Na Solidão dos Campos de Algodão – Companhia do Ator Nu

 

Ficha Técnica:

Texto: Bernard-Marié Koltès.

Tradução: Jackeline Laurence.

Encenação: Antonio Guedes.

Assistente de Encenação: Alexsandro Souto Maior.

Cenografia: Doris Rollemberg.

Figurino: Luciano Pontes.

Iluminação: João Denys.

Trilha Sonora Original: Marcelo Sena.

Vídeo: Alan Oliveira e Rafael Malta.

Preparação Corpo/Voz: Érico José.

Direção de Movimento: Míriam Asfora.

Direção de Produção: Edjalma Freitas.

Produção Executiva: Luciana Barbosa.

Elenco: Edjama Freitas e Tay Lopez.
Duração da peça: 60 minutos

Indicação: a partir de 16 anos

 

Sinopse:

Nesta tragédia contemporânea que traz a linguagem como protagonista e cujo mote da situação é o comércio, dois homens se encontram num lugar neutro, indefinido. Um deles pretende fornecer o que o outro desejaria, mas nem o desejo, nem a mercadoria são revelados. E essa relação mostra-se, ao longo do tempo, como um combate sem vencedores, tendo a solidão como horizonte e a palavra como principal arma. O jogo enigmático avança até chegar a um final surpreendente. O espetáculo é fruto de intercâmbio com a companhia Teatro do Pequeno Gesto, do Rio de Janeiro.

 

 

Fotos:

Confira imagens do espetáculo. Fotos de divulgação.

 

 

Print Friendly