Cia Circo Godot de Teatro

Fundada em: 2010

Cidade: Recife – PE

 

Histórico:

Fundada em 2010 por artistas brasileiros e italianos, a Cia Circo Godot de Teatro apresentou em seu primeiro trabalho um projeot marcado por anos de estudos e pesquisa, que renderam prêmios no Brasil e convites no exterior. Circo Godot (2010), o primeiro feito, foi apresentado nas ruas da Grécia, Tunísia, Itália e Brasil. A obra se concentra em Lucky e Pozzo, personagens de Samuel Beckett, sob um olhar lúdico e divertido, servido numa narrativa ágil e recheada de reviravoltas que surpreenderam o público.

Em 2011, foi a vez de “Besteiras (As Aventuras de um Giullare Moderno)”, que conquistou o Prêmio FUNARTE Myriam Muniz de Teatro, o que possibilitou a sua passagem  em importantes festivais da Itália e outros países. O feito se repetiu no ano seguinte, com “Le Petit: Grandezas do Ser”, também agraciado com o Myriam Muniz e em seguida apresentado na Itália.

A mescla de referências brasileiras e européias contribuiu para que a companhia fugisse da zona de conforto ao investir em propostas diferentes para os palcos. Dessa forma, Quiercles Santana, Asaias Lira, Damiano Massaccesi e Andrezza Alves se mostram abertos ao lúdico e ao experimental, através de pesquisas extensas focadas na reconstrução da linguagem cênica. Tanto que “Le Petit…” não utiliza palavras, mas gestos e símbolos visuais reconhecidos universalmente, como as fábulas e os elementos circenses e do clown, derrubando dessa forma a barreira do idioma e levando a mensagem a um público cada vez maior.

“Teatro é isso: é poder disseminar a reflexão e a contemplação a respeito das nuances da vida, é um fator de fortalecimento da essência de cada um, realizadores e espectadores. Teatro é troca, é vital”, afirma Quiercles.

 

Integrantes:

Quiercles Santana
Asaias Lira
Damiano Massaccesi
Andrezza Alves
Ana Paula Sá

 

Espetáculos:

  • Circo Godot (2010)
  • Besteiras – As Aventuras de um Giullare Moderno (2011)
  • Le Petit: Grandezas do Ser (2013)

 

Galeria:

Confira imagens do espetáculo “Besteiras: As Aventuras de um Gullare Moderno” (Imagens por Luca Principi, Marco Frati, Mariana Leal, Olga Wanderlei e Piero & Francesca) e “Le Petit: Grandezas do Ser” (Imagens por Olga Wanderlei, Neli Alves e Leonardo Lima).

 

 

Print Friendly