Nome completo: Anamaria Sobral Costa

Nome Artístico: Anamaria Sobral

Cidade de Nascimento: Recife – PE

Início das atividades: 1992

Atividades Realizadas: Atriz, produção, figurino, adaptação de texto

Imagens: Arquivo pessoal

 

 

ANAMARIALOGO

Anamaria sabia que estava entrando num universo cuja característica maior é a ruptura com o estático, com o convencional, turbinada pela experimentação e inquietude, quando se deu conta que sua brincadeira preferida de infância era repetir os diálogos das novelas que assistia na televisão. Aos 12 anos, juntou-se com colegas de escola para apresentações durante as aulas, e assim levou o teatro como um amuleto libertador das horas vagas.

Os palcos finalmente se tornaram realidade no período dos estudos na faculdade, quando sua iniciação cênical se deu por um ator, crítico e produtor cultural dos mais respeitados de Pernambuco, Valdi Coutinho. O ano era 1992. A montagem,  “Conversação Sinfonietta”, de Jean Tardieu, um dos ícones do teatro do absurdo. “Absurda mesmo era a vontade que crescia dentro de mim, a cada texto descoberto, a cada ensaio feito. Eu sabia que esse exercício da alma estaria comigo pelo resto da minha vida. Tanto é que segui me aprofundando nela em minha vida acadêmica”, revela a atriz.

A carreira desta profissional das artes cênicas se estende em mais de 20 espetáculos teatrais, além de vídeo e cinema. Além de atuar, ela abraça outras funções no processo criativo. “Palavra da Sombra”, de sua autoria, é um exemplo disso. O espetáculo se utiliza de diversas linguagens para falar das imagens-lugares-tempos que evocam estados de embriaguez, loucura e paixão, trazidas pelo inconsciente de forma intensa e com difícil enquadramento lógico. Tudo isto traduzido pela interpretação do ator Márcio Carneiro, entremeado entre a música, a luz, a cenografia e a fotografia, elemento que ultrapassou a sala de encenação e ganhou o foyer do teatro, recebendo os espectadores.

 

Formação:

Jornalismo – Universidade Católica de Pernambuco (Unicap)
Mestrado em Teatro – Universidade Federal do Rio de Janeiro (Unirio)
Doutorado em comunicação social: Relações entre Teatro e Cinema – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Oficina de Direção Teatral, com João Mota (Portugal) – 2000/2001

 

Fotos:

Confira a galeria com fotos de Marcos Costa e Tiane Paiva:

 

 

Print Friendly