A Arte de Trepar – Pharkas Serthanejaz

 

Ficha Técnica:

Sobre o texto “Sesso? Grazie, tanto per gradire!”: Franca Rame, Jacoppo e Dario Fo

Tradução/ adaptação/ dramaturgia: Augusta Ferraz

Encenação/ Interprete/ Produção: Augusta Ferraz

Fotos e Imagens em movimento: Augusta Ferraz

Realização: Pharkas Serthanejaz

 

Duração: 75 minutos

indicação: 12 anos

 

Sinopse:

Nossa sociedade não ensina a amar, nem com o corpo, ou com o sentimento e vivemos com medo até mesmo das palavras… A Arte de Trepar é um solo grotesco e irônico no qual a atriz pernambucana Augusta Ferraz diverte o público com uma lição cômica sobre o sexo, revelando tudo o que seu ginecologista, seu analista, seu confessor e seu secretário de partido não vão lhe dizer nunca. Franca, Augusta Ferraz, partindo da primeira experiência de Franca Rame, demonstra como somos criadas (os), na ignorância, intolerância e crença, e que o sexo é, sobretudo para as mulheres, uma coisa indecente. A montagem propõe brincar com o imaginário, com o medo de sermos visto em nossos desejos, e com os muitos assombros vindos das fantasias da desinformação.

 

Fotos:

Confira imagens do espetáculo. Fotos de divulgação.

 

 

Print Friendly