24º Feteag discute a visão feminina nas artes e no mundo

Postado em out 21, 2014 in Espetáculos em Cartaz, Festivais, Notícias
24º Feteag discute a visão feminina nas artes e no mundo

A 24ª edição do Festival de Teatro do Agreste, iniciado na última quarta-feira (15/10) em Caruaru, segue com sua programação diversa, pautada pela temática do olhar feminino na formação e sensibilização para as artes, a consciência cidadã e a discussão do gênero. Este ano, a mostra cênica homenageia a atriz e bailarina Ivonete Melo, ícone vivo dos palcos pernambucanos. Integrante do consagrado grupo Vivencial Diversiones, que rompeu barreiras e defendeu a diversidade de vivências e olhares durante o regime militar, ela hoje atua na defesa dos direitos e na união da classe artística, através do Sindicato dos Artistas e Técnicos do Estado de Pernambuco, que dirige há 11 anos.

FETEAG_2014_006_FOTO_JULIANO_DA_HORAFoto: Juliano da Hora

A noite de abertura lotou o auditório do Museu do Barro, no pátio de eventos Luiz Gonzaga, com a exibição do curta “A Felicidade não é deste mundo”, da cineasta Séphora Silva. Protagonizada pela atriz pernambucana Hilda Torres, a película mostra Anita, uma mulher que sofre com a perda prematura do seu filho e seu marido. O passado da personagem é apresentado em recortes de lembrança, para os quais ela se dirige na tentativa de fugir do sofrimento e mudar o rumo dos acontecimentos. “O filme mostra a personificação da loucura que nasce da incapacidade de enfrentamento da perda, das situações difíceis”, conta Séphora, que conduz a narrativa com delicadeza e imprime à dor da personagem uma moldura poética, mas também pungente aos olhos do espectador.

a-felicidade-nao-e-deste-mundo-fotografia-ana-teresa-quesado

Cena de “A Felicidade não é deste mundo” – Foto: Ana Teresa Quesado

“A felicidade não é deste mundo” é o terceiro curta dirigido por Séphora Silva, que conquistou o Prêmio de Melhor Curta pelo Júri Popular, no Festival de Triunfo deste ano. Com orçamento de R$ 107 mil, o curta teve o apoio de recursos do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura Audiovisual) e foi gravado no município de Cimbres, localizado no Agreste do Estado, e na capital pernambucana.

A diretora também participou de uma mesa de debate com as atrizes Ester Laccava (SP), Roberta Nascimento (BA), mediadas pela atriz Maria Alves, de Caruaru. O tema, iniciado a partir da reflexão sobre a poética feminina em cena, estendeu-se para os demais âmbitos sociais, culturais e políticos do papel da mulher na sociedade brasileira, seus desafios e conquistas, incentivando a participação da platéia, que contribuiu com relatos de vida, propostas e anseios para o cenário futuro.

A atriz Roberta Nascimento enfatizou a legitimação dos discursos machistas na forma como a mulher é apresentada na mídia, e de como a arte é uma arma importante na desconstrução de paradigmas: “A cultura enriquece a mente e amplia a nossa visão. Por isso é imprescindível o acesso à ela, em todos os âmbitos, principalmente no escolar, onde lidamos com cidadãos em formação. Se quisermos uma sociedade igualitária e ética nas relações interpessoais, a arte tem essa vantagem de abrir nossas portas de uma maneira lúdica, sensível e natural, pois ela mesa questiona e oferece caminhos para que se busquem as respostas”, afirma.

FETEAG_2014_015_foto_juliano_da_horaEster Laccava, durante o debate de abertura do 24º Feteag – Foto: Juliano da Hora

Para a atriz Ester Laccava, que veio ao 24º Feteag com o espetáculo “A Árvore Seca”, diálogos como o da noite de abertura precisam estar presentes com mais frequência no dia-a-dia. “Creio que a arte, em especial o teatro, pode trazer à tona discussões positivas para a formação de uma consciência mais crítica em relação às nossas relações humanas, sociais e políticas. A expressão artística é democrática porque nasce das inquietações de todos nós, ela dá nos dá voz e nos ensina a enxergar e a escutar. Por isso a mulher pode e deve utilizar de todo o potencial de sua sensibilidade para se afirmar, para dialogar e mostrar outros caminhos”, afirma.

O feteag entra na sua segunda e última semana, com atrações nacionais e internacionais até este sábado, 25 de outubro. A programação completa pode ser acessada no site http://feteag.com.br/

Confira fotos da primeira noite, por Juliano da Hora:

 

FETEAG_2014_034_FOTO_JULIANO_DA_HORA

Ivonete Melo, Arary Marrocos, Maria Alves e Ester Laccava

FETEAG_2014_019_JULIANO_DA_HORA

Debate concorrido marca a noite de estréia do festival

FETEAG_2014_047_foto_juliano_da_hora

Hilda Torres, de “A Felicidade não é deste mundo”, Fábio Pascoal, idealizador do Feteag e Séphora Silva, diretora de “A Felicidade não é deste mundo”

FETEAG_2014_020_FOTO_JULIANO_DA_HORA

Platéia cheia

Print Friendly

Comente Aqui